Por uma vida com propósito

Estava com um tempinho livre e tive a brilhante ideia de escrever um texto pro blog. Mas eu não queria escrever sobre algo específico, como um restaurante ou uma pauta qualquer aqui do meu arquivinho de pautas quaisquer. Queria escrever um texto

A geração mimimi inspira muito

Se tem uma coisa que não aguento mais ver na internet é aquele tipo de artigo, compartilhado à exaustão, sobre a geração mimimi. A geração que não gosta de trabalhar duro, que quer tudo de mão beijada, que vive de aparências nas redes


As boas vibes pra 2017

Como é difícil começar um ano novo sem textão! hahaha Como estou na onda da vida leve, vida simples, vou tentar fugir da verborragia. Queria mesmo era deixar registrado aqui e, quem sabe, no coração deste que me lê, as boas vibrações que

Mulheres para seguir no Instagram

Está em busca de musas no Instagram, mas procura um pouco mais do que maquiagens impecáveis, corpos flexíveis e abdomens sarados? Então essa lista é pra você! Reuni abaixo alguns perfis inspiradores de mulheres incríveis, que se destacam

2015, o ano que não acabou

Todo fim de ano é a mesma coisa: a gente sofre, torce pra acabar logo, vincula qualquer tragédia ou morte de dezembro à maldição da data e xinga muito nas redes sociais. Acho que em 2015 isso está acontecendo mais do que nunca. Talvez pelos


Como ser mais criativo

Acho que todo mundo que trabalha com criatividade tem momentos de inspiração e de bloqueio. Momentos que, na verdade, são quase como fases: às vezes passo meses com ideias bem mequetrefes para textos, e às vezes por meses me sinto

Como é uma aula de pole dance

Faz um tempinho que venho pensando em escrever sobre pole dance. É uma atividade/dança/esporte muuito diferente do que as pessoas imaginam. É sexy? É sim. Ensina a rebolar? Opa, como ensina! Mas o pole é muito, muito mais do que um

Que vidão, hein?!

Sempre que embarco em uma nova viagem, ouço diversos comentários do tipo “que vida boa hein”, “que inveja branca” ou o clássico “quero ser como você quando crescer”. Eu rio e desconverso, mas no fundo sempre