Fotografia

Como tirar fotos de cachorro

Como tirar fotos de cachorro

Se você acompanha eu ou o Paulo nas redes sociais, já sabe tudo sobre a nossa última e maior aventura: a Pipoca! Trata-se da cachorrinha mais fofa da face da terra, uma golden retriever de quatro meses que chegou há dois em casa pra encher nossos corações de alegria, nossos Instagrams de fotos de cachorro e nossa casa de bagunça. Muita bagunça. Mas tem como não amar?

Como era de se esperar, nós criamos um Instagram pra ela, o @mechamopipoca. Por seguir muitos animais na rede social (hehe), eu já tinha muitas referências de fotos de cachorro bonitinhas. Estava ansiosa pra fazer arte com nosso bichinho! Confesso pra vocês que não é fácil (afinal, é um bebê golden, né gente), mas com muita paciência e carinho a gente consegue produzir fotos divertidas e manter a Pipoca interessada e feliz durante todo o processo. A parte do “feliz” é a mais fácil, na verdade, porque ô bichinho pra gostar de uma novidade!

Devo postar mais sobre o assunto, mas aqui vão algumas dicas de como tirar fotos de cachorro bem fofinhas:

Busque luz natural

Fique atento à iluminação e tente, ao máximo, aproveitar a luz natural. Cachorros são em geral muito inquietos e, se o ambiente estiver escuro, é muito provável que a foto fique tremida. Isso por conta da velocidade do obturador pra foto, vocês manjam disso? Quanto mais luz, mais rápida é a velocidade e mais chances você tem de conseguir uma foto nítida, mesmo em movimento. Isso vale pra câmeras em modo automático e pro celular também!

Também evite ao máximo flash em fotos de cachorro, já que ele tende a deixar os olhos do animal vermelhinhos. Se não conseguir luz natural, use outra forma de iluminação, como um abajur.

Explore ângulos diferentes

Você consegue um efeito fofo tanto de cima quanto de baixo, na altura da carinha do animal. Vale tudo, até deitar no chão e chamar atenção dele, deixar a brincadeira rolar. É nesses momentos espontâneos que a gente pega os melhores cliques.

Chame a atenção pra câmera

Use brinquedos e petiscos pra chamar atenção do bichinho e fazer ele olhar pra onde você quiser, seja pra câmera ou pra um ponto específico. Use esses artifícios para entretê-lo e recompensá-lo também, afinal, a experiência de fazer fotos de cachorro tem que ser divertida para todos!

Preste atenção ao cenário da foto

Pisos bonitos, paredes coloridas, sofás estampados e camas aconchegantes podem ser muito fofos, desde que não estejam cheios de bagunça, lixo, cocô, brinquedo destruído… Hahaha. Parece bobo, mas às vezes a gente fica tão focado na carinha fofa do pet que nem repara naquele papelão mastigado do lado. Vale pra dentro de casa e pra rua também, é claro.

Ah! Um artifício bacana pra variar os cenários em casa é usar cartolinas coloridas de fundo, como fazemos em algumas fotos da Pipoca. Você pode colocar no chão ou prender a cartolina na parede. Com uma iluminação boa, fica parecendo foto de estúdio!

Edite suas fotos

Mesmo se você não manjar de Photoshop ou Lightroom, há diversos apps que permitem que você melhore muito as fotos de uma forma bem simples. Nas fotos da Pipoca, usamos bastante o VSCO (gosto da leveza dos filtros S2 e A6) e o Touch Retouch, que é ótimo pra apagar uma sujeirinha ou até mesmo a guia da foto.

É isso! Espero que as dicas e as fotos da Pipoquinha te inspirem a fotografar mais e melhor o seu pet. Podem ter certeza que é nosso projeto feito com mais amor!

**

A Pipoca veio do canil Golden Sunshine, no Rio de Janeiro (é carioca como o pai!), e eu não poderia estar mais feliz com isso. As primeiras semanas de vida de um cãozinho são fundamentais pro seu desenvolvimento e definem muito de sua personalidade (se vai ser calmo, agitado, medroso, agressivo…). Por isso, se você pretende adquirir um cão de raça, escolha um canil de muita confiança e jamais comprem em pet shop, onde as chances dele ter nascido numa “fábrica de filhotes” é muito grande. E, se você não faz questão de raça, faça ainda melhor: adote em um abrigo.

Facebook Comments

Comments 1

  1. ai meu, não tem nem o que dizer <3 to na mesma fase com uma criança (dog) recém chegada em casa. Só na fotografia que eu deixo a desejar, mas é porque sou ruinzinha mesmo, mas em alguns casos a Tuli salva por ser tão fofinha! 😀 hahahahahaha

    Responder

Deixe um comentário