Categories Brasil, Viagem

Dossiê da ponte aérea SP-Rio

Posted on
Dossiê da ponte aérea SP-Rio

Oi gente!

Voltei aqui pra falar do meu assunto favorito: Rio de Janeiro. Mas dessa vez queria dar algumas dicas sobre como chegar lá, e tirar proveito máximo da ponte aérea. Afinal, já são quase três anos que eu vivo entre cá e lá.

O voo

Dura entre 40 e 50 minutos, rapidão. Mas é tempo suficiente pra morrer de frio, então é melhor deixar pra vestir os shorts quando chegar. Se for pousar no Santos Dumont e não tiver pressa, pegue um assento na janela – a vista é espetacular, com direto a Cristo Redentor e Pão de Açúcar.

O embarque

Se você for passar um fim de semana ou feriado no Rio, não precisa despachar mala, né? Então faça o check-in antes, arrume sua mochila ou malinha de bordo e programe-se pra chegar no aeroporto só na hora do embarque. Acredite, você ainda terá que esperar um pouquinho, e essa espera já basta.

Se estiver de mala ou mochila grande, que precisa guardar no compartimento de cima da poltrona, embarque logo. A fila dos apressados é um saco, eu sei, mas muitas vezes os compartimentos de bagagem lotam.

Agora se seu embarque for pelo famigerado ônibus (comum em voos da Gol de Congonhas), aí seja espertinho: embarque depois da multidão, pra ficar bem na porta do ônibus e, assim, subir antes no avião. Parece calculista, mas esses pequenos macetes fazem toda a diferença pra quem vive no aeroporto.

As companhias

Você pode voar de Avianca, Azul, Gol e Tam. Não é tudo a mesma coisa.

A Avianca tem menos voos. Se você chegar cedo no aeroporto, dificilmente vai conseguir adiantar. Porém, é de longe a mais confortável: tem poltronas com apoios para pescoço e pés, tvzinha individual (com Friends!), comida quente com bebidas e raramente atrasa. Só que não faz mega-promo como a Gol e a TAM, então tem que comprar com mais antecedência.

A Gol e a TAM são bem parecidas pra mim. Enquanto a TAM tem a vantagem de embarcar em portões melhores (raramente você pega o ônibus até o avião), a Gol tem mais espaço entre as poltronas e dá a possibilidade de comprar um lugar sem ninguém do lado. Mas as duas têm atrasado um pouco e servido um lanchinho bem mequetrefe. A Gol serve só água de graça, a TAM tem coca também. Ponto pra Gol (rs). Ambas fazem promos de final de semana, mas fique esperto: às vezes as passagens não estão tão baratas assim. Falo mais no próximo tópico.

Essas observações se referem à ponte aérea “tradicional”, que é entre os aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ). São os melhores, mais centrais, e você vai gastar menos com táxi. E os voos são melhores também – voos pro Galeão (RJ) ou de Guarulhos (SP) costumam ter menos serviços.

A Azul não tem ponte aérea de Congonhas, então nunca voei pro Rio com eles. Mas os voos são ótimos, com lanchinhos industrializados à vontade e preços competitivos. A desvantagem é mesmo os aeroportos: aqui em SP você terá que escolher entre Guarulhos e Viracopos, em Campinas. Parece que não, mas Viracopos é melhor: tem ônibus gratuito de pontos centrais da cidade, como Congonhas e Shopping Eldorado, e você não gasta um centavo com táxi. O problema é que aumenta consideravelmente seu tempo de viagem, já que o tempo entre São Paulo e Campinas é maior que a duração do voo…

O conforto do voo da Avianca e a beleza do pouso noturno em SP
O conforto do voo da Avianca e a beleza do pouso noturno em SP

Fique ligado nas mega-promos da Gol e da TAM. Geralmente elas vão de sexta à noite até segunda de manhã, mas você só vai conseguir os melhores horários se comprar até sábado. A mais comum é a de trechos por R$ 89, mas às vezes tem algumas com volta por R$ 1 e outras maluquices. Vale segui-los no Facebook pra ficar informado.

Se você vai num fim de semana, o horário faz toda a diferença. Sexta à noite pro Rio é o mais caro, por isso acabo indo no sábado de manhã. Domingo à noite pra São Paulo costuma ser mais caro também, mas nesse caso não venha pra São Paulo na segunda de manhã. Pelo menos se você pretende ir pro trabalho depois. Isso porque o Santos Dumont fecha com frequência de manhã cedo, já que está perto do mar e sujeito a muita neblina. E o Galeão, bom, ele nunca fecha, mas fica mais longe da Zona Sul e você vai ter que acordar muito cedo. É melhor voltar domingo, sério!

Se você entrar no fim de semana de promo e a cotação der mais de R$ 300 ida e volta, esqueça. Grandes chances de você conseguir um preço melhor durante a semana, tipo terça à tarde. Se comprar com mais de um mês de antecedência, também rolam passagens entre R$ 200 e R$ 300 sem promo. Se for Avianca, até uns R$ 350 eu considero!

Ônibus

A poltrona da frente do double decker é boa pra viagens diurnas
A poltrona da frente do double decker é boa pra viagens diurnas

A viagem de ônibus pro Rio demora seis horas e não custa nada barato: R$ 85 convencional, R$ 105 executivo e R$ 159 leito, cada trecho. Por isso, não vale muito a pena – uma passagem de avião de R$ 300 ainda é muito mais negócio.

Porééém, se você comprar de última hora, ou em alguma data especial (feriado/evento), as passagens de avião podem estar impossíveis. Aí, amigo, tire o melhor proveito do ônibus: compre um executivo double decker na poltrona 23, que fica de frente pra escadinha e não tem nada na frente pra te apertar. Se viajar de dia, pode pegar também as poltronas da frente do double decker, com o janelão. Sempre vou com a 1001. O executivo ainda tem mais espaço, apoio para os pés e lanchinho, mimos que valem os R$ 20 a mais do convencional.

Ufa, que post enorme! E você, também tem suas dicas? Ou discorda de alguma coisa? Comenta aí, vamos engordar esse dossiê 🙂

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.



0 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *