Categories Inspiração

4 resoluções para ser mais feliz esse ano

Posted on
4 resoluções para ser mais feliz esse ano

Natal e reveillón pedem textão reflexivo sobre o ano que passou e o que está por vir. Todo ano eu tento resistir ao clichê, mas nunca consigo! Esse ano foi muito doido pra mim e termino com aprendizados (e novas metas!) que valem compartilhar por aqui. Quem sabe inspiro mais pessoas a promoverem grandes mudanças de vida, assim como eu? 🙂

Tenha coragem de mudar o que não te faz feliz

Pensando assim, de forma bem poética, o meu grande aprendizado de 2017 foi esse. Apesar de sempre ter trabalhado com um assunto que eu amo, que é viagem, eu quase sempre trabalhei em empresas, criando conteúdo de acordo com os desejos, demandas e objetivos dos outros (chefes, donos, editores). Sempre tive meus projetos pessoais em paralelo, mas eles eram isso: projetos paralelos que eu tocava quando dava tempo.

Nesse ano mudei isso: passei a me dedicar 100% aos meus projetos pessoais, desde meu blog até minha empresa de produção de conteúdo. E tem dado muito certo! Quando a gente dita nossas regras, nosso horário de trabalho, nossos fornecedores e parceiros e nosso preço, pode ter certeza que tudo melhora. Até os trabalhos que não amo, não escrevo com paixão, saem com muito mais qualidade porque eu produzo FELIZ, na minha casa, no horário que gosto de escrever, com minha cachorrinha dormindo nos meus pés. Melhor que isso, minha gente, só nascendo milionária e não precisar trabalhar at all. Hahaha!

Se você não está feliz com sua profissão, ou na empresa em que você está, sugiro que repense sua vida, suas prioridades e trate de promover mudanças pra ser mais feliz. No começo pode ser difícil, você talvez tenha que baixar seu padrão de vida, mas sempre – SEMPRE – vale a pena correr atrás do que a gente ama. E só assim a gente tem a motivação e ânimo necessário pra ser bem sucedido e se tornar um profissional admirável.

Não deixe que coisas pequenas pesem no seu coração

Já me vi muitas vezes em situações de muitas angústias que, quando parei pra refletir, eram 90% fruto da minha mente. Ansiedade por conta de um trabalho que, no fundo, sei que dou conta. Inveja de uma vida que vi no Instagram que, no fundo, sei que não é real. Insegurança motivada por uma comparação que inventei que não é justa. Rancor pela atitude de alguém que me feriu, mesmo quando sei que a pessoa não tinha intenção. A vida se torna mais leve quando a gente para de se cobrar tanto, e também quando para de criar expectativas em relação aos outros. Acho que tem um pouco a ver com ansiedade isso também, de sempre querer prever o que vai acontecer, o que os outros vão fazer, como vão reagir… E, invariavelmente, se frustrar quando a vida não segue seu script.

Acho que a melhor forma de se livrar desses sentimentos ruins, que pesam tanto, é focando nas coisas boas. Lembrar sempre o quanto você é bom em certas coisas; como algumas pessoas que você tem na sua vida são incríveis; como o universo já te surpreendeu positivamente tantas vezes. Não ter controle sobre tudo pode gerar ansiedade, mas também pode ser libertador! Aceitar as bençãos que vêm e encarar os obstáculos com serenidade. Taí um bom aprendizado, que pratico todos os dias aos poucos, porque não é fácil. Mas vale o esforço: quando a gente troca a angústia com os problemas pela gratidão pelas conquistas, o mundo se transforma!

Tenha disciplina e dedicação para atingir seus objetivos

Essa tá mais pra uma meta do que pra um aprendizado, porque eu ainda sou ruim nessa coisa de disciplina. Mas já aprendi que sem ela a gente até avança, mas muito menos do que o nosso potencial! Quando falei no tópico anterior pra gente não se cobrar tanto, eu me referi principalmente às coisas que não podemos controlar, ou que ferem o nosso bem-estar (físico ou mental). Mas não entenda isso como desculpa pra se permitir fazer o que der vontade, trabalhar quando der vontade, comer o que der vontade… Assim também não dá!

Dedicação é fundamental, e quando a gente trabalha com o que gosta, fica muito mais fácil achar essa motivação. Mas claro que ainda dá preguiça! Claro que eu tenho vontade de ficar no edredom quando chove, passar o dia no Netflix quando o prazo tá longe, acordar tarde quando bebi vinho na noite anterior. Mas quanto mais “escapadinhas” eu me permito, mais fácil fica adiar o trabalho, dar aquela procrastinada, desencanar da academia e por aí vai. Pra mim o que funciona é criar regras mesmo, hora pra ir na academia, hora pra começar e terminar o trabalho, prazos até pra coisas “pessoais”, como posts no blog ou vídeo no Youtube. E escrever essas regras ajuda também! Agora estou usando um planner (esse aqui), mas ja fui da lousinha, do post it e do aplicativo de lembretes. Faça o que funciona melhor pra você e siga as regras rigorosamente, especialmente se você for seu próprio chefe. Exija de você o que exigiria de um funcionário. Simples assim!

Encare toda situação como uma oportunidade de aprendizado

Isso tem a ver com o que já falei, de encarar os obstáculos com serenidade, mas vai além. Não são só os “fracassos” que nos ensinam lições, mas é todo o ambiente ao nosso redor, as pessoas que a gente conhece, os lugares que frequenta ou que descobre, as conversas. É um exercício de humildade também, entender que a gente tem muito, MUITO, a aprender sobre todos os assuntos e sobre a natureza humana. Estar aberto a isso faz toda a diferença!

Esse tópico é desafiador pra mim porque sou tímida e não tenho tanta facilidade de conversar com gente nova. E também tenho um pouco de preguiça, confesso, quando sinto que a pessoa não tem os mesmos interesses e valores que eu. Mas estou tentando mudar isso e me despir dos meus preconceitos. Dá certo: todas as vezes que eu baixei a guarda e me permiti conhecer melhor uma pessoa que eu julgava ser muito diferente de mim, acabei descobrindo coisas em comum, qualidades inspiradoras e até oportunidades muito ricas de troca!

*

Essas são algumas atitudes que venho aprendendo e praticando esse ano que quero levar com tudo pra 2018! Mudar não é fácil, mas escrever ajuda e tenho certeza que voltarei nesse post algumas vezes pra não esquecer. E você, tem algum conselho ou meta pra por em prática ano que vem? Compartilha! 🙂

Boas festas e #vem2018!

Ei! Você usa Pinterest? Então salva essa imagem aqui embaixo pra achar o post depois! Aproveita e me segue por lá: br.pinterest.com/raventurieri

Resoluçoes para por em prática agora e começar a viver de forma mais leve e feliz!

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *