Viagem

Os melhores passeios em São Paulo

Uma das coisas que tenho curtido muito fazer nos últimos meses é explorar minha cidade, descobrir coisas bacanas pra fazer em São Paulo e tentar ver a cidade com um olhar mais de turista. Vou te contar que ela fica menos cinza, viu? A gente pode não ter praia, mas tem parques, museus, restaurantes incríveis e cada vez mais espaços públicos voltados pra arte e o lazer. Vamos aos melhores passeios em São Paulo?

Parque Ibirapuera

Parque Ibirapuera, São Paulo

Tenho a imensa sorte de morar pertinho da maior área verde de São Paulo, que além de trilhas e áreas para correr ou andar de bike, também conta com com museus, eventos de arte, shows gratuitos, encontros de yoga… O Ibira é bom demais! E é a minha segunda casa em São Paulo, ou seja, o grande responsável por eu ser uma pessoa tranquila, mesmo vivendo (e trabalhando, e pegando trânsito) nesta megalópole louca. Obrigada, Ibira!

Os meus lugares favoritos pra fotografar no parque são: o corredor de bambus que dá acesso à praça Burle Marx e à antiga serraria; a vista do Lago Ibirapuera com os prédios ao fundo; e os arredores da Oca e do Auditório Ibirapuera. Se você sair a pé pelo portão próximo à Oca, já estará pertinho do MAC – Museu de Arte Contemporânea, prédio no outro lado da Avenida. O MAC é ótimo, gratuito, quase sempre vazio e ainda tem um terraço com vista pro parque. Imperdível! No meu Instagram tem muuuitos registros do parque, como esses abaixo.

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

Avenida Paulista

Avenida Paulista e Masp em Sao Paulo

O antigo centro financeiro da cidade parece oposto ao Ibirapuera, mas não é. A avenida icônica da cidade tem se voltado cada vez mais ao lazer, com ciclovia, shoppings, centros culturais, lojas e, claro, o incrível espaço aberto aos domingos, quando os carros são proibidos de circular. Os paulistanos estavam muito carentes deste espaço porque, olha, aproveitam: as quadras ficam lotadas de artistas de rua, ciclistas, cachorros, gente fazendo piquenique… É demais! Quem fez um ótimo post sobre a Paulista aos domingos foi a Débora, do blog Papetes pelo Mundo.

Mas, sendo domingo ou não, valem muito a visita a Livraria Cultura do Conjunto Nacional; o Masp, que é grátis às terças; o Itaú Cultural, sempre grátis e com a exposição mega fotogênica Brasilianas; a Casa das Rosas, com seus pisos lindos e jardins pet-friendly; e os futuros centros culturais que estão pra inaugurar: o Sesc Paulista e o Instituto Moreira Salles, que vai ter um terraço com vista pra avenida! Está previsto pra julho de 2017, mal posso esperar! 🙂

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

Vila Madalena

Grafites do Beco do Batman

O bairro boêmio de São Paulo é também o bairro da arte de rua, com a maior concentração de paredes grafitadas da cidade. Pra mim, um programão é almoçar alguma delícia por ali (se quiser bom e barato, vá no Bullguer; se quiser um almoço mais fino, fique no Tuju) e depois caminhar pelo Beco do Batman, a Rua Harmonia, a Escadaria do Patápio… Todos points de grafites coloridos. Pra arrematar, pegue um sorvetinho na Bacio di Latte da Harmonia. De nada!

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

Liberdade

Lanternas no bairro da Liberdade

Trata-se da maior comunidade japonesa do mundo fora do Japão! Por aqui você encontra os melhores restaurantes japoneses da cidade (e alguns dos mais baratos também, como o ótimo quilão Nandemoyá); alguns mercados incríveis com salgadinhos e comidinhas japonesas pra levar pra casa; lojinhas de utensílios pra casa e quinquilharias irresistíveis; uma das maiores lojas de cosméticos da cidade, a Ikezaki; ruas, casas e até bancos decorados com motivos japoneses; e feirinha de artesanato e comidas bem na boca do metrô aos finais de semana. Um dos passeios em São Paulo imperdíveis!

Não se esqueça de fotografar os simpáticos postes de luz que imitam lanternas japonesas e, antes de ir embora, pegar um docinho na cafeteria do Espaço Kazu.

Centro

Centro de São Paulo, vista do Terraço Italia

Não vou mentir: o centro de São Paulo ainda está bastante degradado e, pra andar por lá, é bom ficar sempre bem ligado nos seus pertences. Mas com um pouco de coragem (e Uber!), vale a pena visitar alguns dos prédios mais icônicos de São Paulo, como o Copan e o Edifício Itália (cujo terraço rendeu a foto acima).

É lá também que fica meu museu favorito na cidade, a Pinacoteca! Além de ter um ótimo acervo e exposições temporárias concorridíssimas, a Pina ainda ocupa um prédio incrível projetado por Ramos de Azevedo, com tijolinhos aparentes e muita luz natural nos pátios internos. Pensou em fotografia?! Sim!

Aproveite pra conhecer também o Parque da Luz ali do lado (é lindo!) e a Estação da Luz, a construção mais europeia de São Paulo. Mas não se esqueça: o cuidado redobrado com seus pertences também vale por aqui.

A região também abriga restaurantes e bares ótimos, como o já citado aqui no blog Casa do Porco (amo!) e o Paribar, famoso pelo brunch de domingo. Já fomos até com a Pipoca, para aproveitar o terracinho externo! Se for na Pinacoteca, vale a pena almoçar no Bistrô da Sara, que fica bem pertinho e é uma delícia.

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

A photo posted by Raíra Venturieri (@raira) on

Bom, essa é uma listinha com os melhores passeios em São Paulo, que são essenciais pro turista – aquele que vem de fora e pro turista paulistano também, que muitas vezes mora aqui e não conhece o melhor da cidade. As fotos de abre são todas do Paulo del Valle, carioca que está cada vez mais encantado por São Paulo. Vocês têm dicas de outros lugares imperdíveis por aqui? Comentem! Quem sabe vira post? 🙂

Facebook Comments

Comments 2

  1. Também tenho sentido que São Paulo está cada vez mrnos cinza e que estamos aproveitando cada vez mais a cidade. Acho que demorou para fazermos isso, para mim, a experiência de andar de bicicleta de casa para o trabalho tem sido renovadora e incrível . ❤

    Responder
  2. Anni

    Raíra, estava ansiosa por algum post sobre SP! Moro no interior do RJ e não conheço SP direito. Com certeza seu post vai me ajudar nessa empreitada.
    E quanto aos restaurantes? Please, faça um post com suas dicas!?
    Tenho pesquisado e visto muitas dicas sobre La Tartine / Eataly/ Le Pain Quotidien entre outros.
    Um beijo

    Responder

Deixe um comentário