Categories Brasil, Viagem

O que fazer em Natal (RN)

Posted on
O que fazer em Natal (RN)

Esses dias, um amigo meu de longa data me pediu dicas de Natal, no Rio Grande do Norte, pra onde vai passar as férias em janeiro. Eu comecei a tagarelar tanto, mas tanto, que achei melhor organizar as ideias em um post bonitinho – e transformá-las em utilidade pública!

Visitei Natal umas cinco vezes já, porque tenho família lá, e tem algumas coisas que você precisa saber pra aproveitar melhor essa deliciosa capital nordestina.

O mais turístico

Grande parte dos hotéis grandes e resorts à beira-mar fica na Via Costeira, que é uma continuação da Praia de Ponta Negra. Ela é a principal praia da cidade, com muitos turistas, restaurantes e barzinhos. Apesar de não ter um calçadão propriamente (como em Fortaleza ou Maceió), é uma região bem gostosa para passear. Então, se você tiver em um hotel por lá, já vai ser uma boa pedida! E a parte de praia bem em frente aos hotéis costuma ser mais tranquila do que a área de Ponta Negra mesmo.

O Morro do Careca, na Praia de Ponta Negra
O Morro do Careca, na Praia de Ponta Negra

O primeiro passeio obrigatório de Natal atende pelo nome de Genipabu, praia + dunas onde você vai fazer aquele tour incrível de buggy, com ou sem emoção. No percurso, o turista encontra de tudo: “pista” de sandboard, tirolesa pra uma lagoinha, moradores da região com animais exóticos pra fotografar e até camelos, que na verdade acho que são dromedários (hahaha), mas que levam turistas pra dar uma volta no passeio mais mico-divertido do roteiro. Confesso que, em uma das minhas visitas, não resisti e andei no bichinho! Além de toda a aventura do passeio, a praia é linda e vale um dia todo da sua viagem. Se tiver de carro, dá pra ir pra Genipabu e, lá, contratar o passeio o buggy com um motorista credenciado. Ou então contratar o tour de uma agência, que busca e deixa no seu hotel.

Processed with VSCOcam with s2 preset
O “tobogã” pra lagoa está no passeio em Genipabu
Processed with VSCOcam with s2 preset
Assim como os dromedários pra passeios nas dunas

Outro passeio muito famoso de Natal é o mergulho nos Parrachos de Maracajaú, que fica a 55 km do centro da cidade. Se sua praia for mergulhar, não tem pra nenhum outro lugar por ali: é só em Maracajaú que você tem a oportunidade de nadar de snorkel ou cilindro entre formações rochosas repletas de recifes e peixinhos coloridos, com mar cristalino. Também tem um parque aquático lá pertinho, o Ma-noa, o que pode ser bem legal pra quem viaja com crianças. Como esse passeio é distante e há limitação de visitantes e de horário (por conta da maré), é melhor procurar uma agência do que se aventurar a ir sozinho. Seu hotel poderá te indicar uma. 🙂

Outro passeio turístico bem famoso é visitar o maior cajueiro do mundo, que fica em Pirangi do Norte, praia de onde também saem barquinhos pra mergulhar em corais. Minha opinião sincera? Só faça esse passeio se tiver com dias livres, porque afinal é só um cajueiro gigante (hahaha) e o mergulho ali não tem tanta visibilidade quanto o de Maracajaú. Eu, se tivesse hospedada num resort bonitão, acho que ia preferir um dia de sol e piscina!

A gastronomia

Quem nasce no Rio Grande do Norte é chamado de potiguar, o que em tupi significa “comedor de camarão”. Preciso dizer mais? O Estado é o maior produtor de camarão do Brasil, o que significa ampla oferta do crustáceo na capital. Tem até um restaurante bem famoso chamado Camarões, e eu recomendo demais: com quatro unidades, oferece receitas bem variadas com o bichinho em um ambiente super agradável. Comer camarão gostoso em restaurante bacana por menos de R$ 100 pra duas pessoas, tá bom pra você? Pra mim tá sim!

Outro restaurante que eu AMO em Natal é mais roots: o Mangai oferece um quilão de comida nordestina, com tudo muuuito gostoso e em um ambiente bem temático, com mesas de madeira, bananas penduradas e bonequinhos de Lampião. Tem comida potiguar e de outros lugares também, como baião de dois cearense e cocada baiana. Costumo levar a cocada pra viagem, e de sobremesa pedir o delicioso cartola, feito com queijo e banana. MEO DEOS MTO BOM!

Pra completar, não saio de Natal sem comer caranguejo toc-toc em algum restaurante à beira-mar. É daqueles que você come com martelinho, sabe? Que dá um trabalho danado pra quebrar e no fim são umas quantidades micro de carne? hahaha não sei se é pela dificuldade ou se é uma coisa nostálgica de infância no Nordeste, sei que nada me faz mais feliz que comer caranguejo toc-toc na beira da praia. E pode ser uma entrada deliciosa pra um peixinho frito depois, que tal? Ai que delícia!

Pra sair da capital

A linda Praia do Madeiro faz parte das praias de Pipa
A linda Praia do Madeiro faz parte das praias de Pipa

Pra fechar esse resuminho, queria falar de dois destinos perto de Natal que valem muito a visita, com direito a estadia de duas ou três noites. Pra quem curte badalação, a Praia da Pipa é tudo nessa vida: tem mar azulzinho, golfinhos, passeios de barco, ondas pra surfe… E uma ruinha super animada com restaurantes, creperias, bares e baladinhas. Tem muito gringo também, então pode ser um destino legal pra fazer amigos de todas as partes do mundo! Isto é, se você frequentar as baladas e se hospedar em um albergue, como o fofo Pipa Hostel. Agora se você viaja em casal, busca algo mais romântico e pode investir num hotel de charme, por favor fique na Toca da Coruja, uma das pousadas mais lindas do Brasil! Pipa fica a 85 km de Natal.

Pôr do sol em Gostoso, onde as praias têm larga faixa de areia
Pôr do sol em Gostoso, onde as praias têm larga faixa de areia

Outro destino delícia é São Miguel do Gostoso, mais tranquila e preservada que Pipa. As praias têm faixa de areia maior (nunca fica aquele mar de gente, sabe?), as pousadas são mais em conta e a vida na cidade segue lado a lado com o turismo. Ou seja, no seu caminho pra Quintal Pizzaria você encontrará famílias voltando da igreja, crianças saindo da escola, velhinhas sentadas nas varandas… Hahaha parece bobagem, mas eu gosto muito do clima de cidadezinhas que não vivem apenas para o turismo. São Miguel é uma delicia, e fica a 102 km de Natal! Lá, me hospedei e recomendo a Pousada Só Alegria.

Pronto! Esse é o meu resuminho de Natal, uma das capitais mais gostosas do Brasil. 🙂 Se você tiver suas dicas ou quiser saber sobre outro destino, escreva nos comentários!

Beijos

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *