Categories Viagem

10 dicas de sobrevivência para viagens de frio

Posted on
10 dicas de sobrevivência para viagens de frio

Sempre que faço uma viagem para destinos frios, como essa da Patagônia Argentina, recebo muitas dúvidas sobre o que levar na mala para sobreviver às baixas temperaturas sem sofrimento. Nesse ano fiz duas viagens para destinos de neve e, apesar de ainda ser novata no assunto, já aprendi muito com meus erros (risos nervosos hahaha). Aqui vão as principais dicas para viagens de frio:

1 – Aqueça mãos e pés – faz toda a diferença

Sério. To-da. Não subestime a importância de usar meias e luvas apropriadas, e não aquelas que a gente compra no camelô do Brasil. Hahaha! Lojas de esporte como a Decathlon vendem meias para neve e luvas impermeáveis, que protegem melhor. Mas de qualquer forma recomendo comprar luvas quando chegar no destino, já que aqui no Brasil é bem difícil encontrar as que são realmente quentes pra encarar um esporte ao ar livre em temperaturas abaixo de zero. Geralmente aeroportos e hotéis em destinos frios vendem! Eu garanto: de nada adianta o corpo todo quentinho se seus pés e mãos parecem que vão gangrenar de frio!

Ah, sobre meias: compre meias quentes de verdade e não caia nessa de usar duas ou três meias de uma vez. Elas podem prender a circulação e tornar ainda mais difícil o trabalho do seu corpitcho de aquecer seus pés. Então deixe de ser muquirana e compre as meias certas! Hahaha

2 – Compre botas impermeáveis

Bota impermeável da Timberland para viagens de frioSabe aquele seu tênis gostoso que parece quentinho e é ótimo pra caminhar bastante? Ele não serve. Sapato de neve precisa ser impermeável, e de preferência com pelos na parte interna. Mais uma vez, é difícil encontrar esse tipo de calçado no Brasil, especialmente se você não estiver disposto a gastar mil reais. Se você tem receio de deixar pra comprar no destino, a minha dica de melhor custo x benefício por aqui é a Yellow Boot da Timberland. Ela é impermeável, mais quentinha que um sapato normal, fica bem fofa nas fotos (hahaha) e não custa um rim. Mas quase: paguei R$ 499.

E tem mais: apesar de servir, a bota da Timberland não é quente suficiente pra um frio de -10oC pra baixo (invista em meias!) and é desconfortável que só. Usei em duas viagens já e ainda acho mega dura no pé. Enfim, fiquemos com o que temos, né? Mas quando eu viajar com tempo pra um destino frio, certamente farei um upgrade!

3 – Proteja as orelhas

Não sei nem explicar a dor que é ficar com as orelhas expostas no frio. Parece que vão quebrar, juro! Hahaha existem alguns modelos de protetor de orelha, mas eu prefiro o bom e velho gorro. O melhor é aquele bem compridinho, que você pode dobrar a borda e fazer uma camada dupla de proteção nas orelhas. Ainda protege contra bad hair day, olha que benefício duplo!

4 – Invista em camadas, como blusas e calças térmicas

Blusa térmica é essencial em viagens de frioAs roupas térmicas são a melhor forma de você se manter quentinho sem parecer (tanto) com o boneco da Michelin. Hahaha! Geralmente justinhas, as blusas e calças térmicas por dentro fazem uma mega diferença na hora de nos manter aquecidos. Também é sempre melhor usar várias camadas em vez de um só casaco gigante porque os estabelecimentos sempre têm aquecedor. Então você consegue ir tirando layers aos poucos de acordo com a temperatura.

5 – Leve sempre uma mochila com espaço extra pra roupas

Pelo mesmo motivo, recomendo sempre ter uma mochila com espaço livre pra guardar os casacos conforme for tirando. E o contrário também: com cachecóis ou gorrinhos extras caso o frio aperte ainda mais! Eu sempre uso o cachecol pra proteger o nariz e parte do rosto quando venta muito, e salva a vida. Viva os acessórios no frio! E viva o espaço extra na mochila, pra diminuir o perrengue que é esse põe e tira de roupas em destinos de neve.

6 – Tenha um casacão quente e que corta vento

Um casaco que corta o vento deve fazer parte da sua viagem de invernoRoupas térmicas e tricôs são lindos e importantes em viagens de frio, mas na hora do vamos ver é o casacão que vai salvar sua vida. Além de te manter quente, esses casacões cortam o vento, o que geralmente é o maior causador do frio! Você não precisa de vários – aliás, até recomendo que tenha só um, porque você vai usar apenas nessas ocasiões e tudo bem repetir. Até porque você só usa o famigerado casacão quando está do lado de fora, andando, enquiando, o que for. Quando chega no restaurante ou qualquer lugar fechado, deixa o casacão na entrada e exibe o lookinho de baixo. Então pode usar o mesmo casacão todo dia sim!

7 – Use protetor labial

Hidratação em geral é importante, mas sei que nem todo mundo tem paciência pra passar hidratante no corpo todos os dias. O que não dá pra abrir mão mesmo é do protetor labial, o bom e velho lip balm. Aqueles baratinhos já servem – o importante é proteger seus lábios do frio e impedir que rachem ou fiquem doloridos. Porque racha mesmo! Se tiver sol então, agressão dupla, já que a neve intensifica a força dos raios solares. Então protege a boquinha, bebê!

8 – Use protetor e óculos de sol

Gorro e óculos de sol são essenciais em viagens de frioIsso nos leva ao tema sol. Se estiver ensolarado no seu destino de frio, saiba que a neve atua como um refletor. Deixa os raios mais intensos, e o branco quase cega a gente! Óculos de sol são fundamentais pra quem vai na neve (sério, não dá pra enxergar sem) e protetor solar no rosto bastante recomendável. Até porque se você queimar, além da dor vai ficar com a marca horrível dos óculos. Hahaha e ninguém quer isso, quer?

9 – Compre hand warmers na farmácia

Esse é específico para destinos muuuito frios, ok? Na Patagônia Argentina não achei, mas nos alpes europeus é bem tranquilo encontrar hand warmers na farmácia. São pacotinhos descartáveis que você coloca no bolso, luva ou bota e que se mantém aquecido por algumas horas. Geralmente ele reage com o ar, então é só abrir o pacote que ele começa a ficar quentinho. Louco, né? No Brasil você só encontra em lojas especializadas de alpinismo e coisas assim, mas em destinos bem frios é mais fácil achar. E mais barato também!

10 – Leve um kit de remédios em viagens de frio

Quando a gente se expõe ao frio (ou, pior, às mudanças bruscas de temperatura por conta dos aquecedores) nossa imunidade tende a baixar. E, dependendo de onde você está, um simples remédio para resfriado pode ser difícil de comprar. Eu sempre levo um kitzinho em viagens de frio com anti-gripal (tomo já nos primeiros sintomas pra evitar!), analgésico pra dor de cabeça, soro descongestionante e antialérgico. Esses são basicamente todos os remédios que uso na vida, mas se você tem propensão a inflamações tipo sinusite, recomendo levar também anti-inflamatório e antibiótico (lembrando que faz mal tomar antibiótico com frequência, tá?) . Pode te poupar muito stress e dinheiro caso você tenha que ir atrás disso durante sua viagem.

 

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *