Categories Viver de Blog

Ainda dá pra crescer audiência em blogs ou redes sociais?

Posted on
Ainda dá pra crescer audiência em blogs ou redes sociais?

Você tem um projeto de criação de conteúdo na internet, gostaria de construir um business em torno disso mas tem receio de ter perdido o momento certo de começar e crescer audiência. Será que ainda tem espaço na internet pra novos blogs, novos influenciadores… Existe algum assunto que ainda não foi dominado?

Olha, vou ser sincera com você: talvez começar um blog em 2010 fosse algo mais promissor do que é hoje. Mas de forma alguma isso significa que não vale a pena empreender na internet hoje, inclusive criar um blog – que eu sei, soa até meio antigo, mas eu garanto: não é.

E ainda digo mais: se você gosta de criar conteúdo, mesmo que essa não seja sua ocupação principal, criar um blog ou rede social compartilhando o que você sabe só traz vantagens. Pode atrair clientes, pode demonstrar autoridade, pode te aproximar de outros profissionais relevantes na sua área e, no fim das contas, pode te dar uma visibilidade preciosa.

Foco no conteúdo de qualidade

Foco em criar conteudo de qualidade para crescer nas redes sociais

Não vou aqui recitar fórmulas prontas para “enganar” algoritmos e muito menos sugerir atalhos que inflem os seus números nas redes sociais. Até porque números, por si só, não significam nada. Números não garantem influência real e, definitivamente, não pagam boletos.

O que você precisa é de uma estratégia para atrair a audiência certa, um conteúdo de qualidade que agregue valor e uma pitada de autenticidade que tem o potencial de fazer um seguidor se tornar um fã de verdade, ou até mesmo um cliente.

Acho que a gente vive um momento de virada nesse universo de influenciadores digitais, algo que foi até potencializado pelas inúmeras crises de 2020: ninguém aguenta mais conteúdo inútil. Ninguém quer mais seguir blogueiras com vidas perfeitas que só nos colocam pra baixo. Ninguém tolera mais conteúdo sem responsabilidade. A “Era Pugliesi” acabou.

E o que isso significa? Significa que há espaço pro novo. Ainda que seu nicho ou especialidade não seja o tema mais inédito do mundo, pode ter certeza: ninguém tem o seu repertório, o seu olhar, o seu jeito de se comunicar. E é aí que está a chave: autenticidade.

Como você pode ser diferente

como se destacar na internet

E olha, não estou dizendo que é fácil. A gente vive num mundo que sempre condenou o diferente e valorizou aquele profissional “padrão”, que não desafia o sistema, não quebra as expectativas, não paga mico. Muitas boas ideias já foram consideradas mirabolantes demais. É difícil perder o medo de assumir um risco, de ser julgado, de ser um ponto fora da curva.

E acho que a autenticidade mora justamente aí, no que você não mostra pro mundo por medo de ser julgado. É uma pena que tenhamos que quebrar tantas construções sociais pra que possamos nos expressar da forma que realmente somos, que é o que temos de mais especial.

Encontrar sua voz e usá-la pra criar conteúdo relevante pra sua audiência é um baita desafio, eu sei. E, sem querer desanimá-lo, não é o único: você também precisa atrair a tal audiência, ou vai criar belíssimos conteúdos só pra você.

E de onde vem a audiência?

como conquistar audiencia nas redes sociais

Aí, meu amigo, a coisa fica mais complexa. De onde vem sua audiência vai depender muito de quem você é, qual sua área de atuação, que tipo de conteúdo é seu forte (texto? vídeo? foto?) e, principalmente, quem são as pessoas que você quer atrair.

Eu sou bem fã do blog, como você deve ter percebido no começo do texto, até porque ele te permite atrair audiência de inúmeras fontes diferentes: do Google, de diferentes redes sociais, de colaboração com sites parceiros, de uma estratégia de newsletter… Vixe, o céu é o limite. E a tendência é sempre crescer mais e mais.

Mas é claro que investir na rede social certa pode potencializar e muito seu alcance. Talvez você ache que a melhor rede é o Instagram, mas eu garanto: também há bastante espaço no LinkedIn, no Pinterest, no YouTube, no TikTok e até no Facebook (que também não morreu).

Mas uma coisa eu garanto que funciona em todas elas: criar conteúdo de valor, com foco na audiência e em como você pode resolver suas dúvidas, dores ou inquietações. Caso você ainda não tenha definido tão bem o perfil da sua audiência, acho que sempre vale a pena fazer o exercício de pensar em que tipo de conteúdo você gostaria de consumir. Ou, em outras palavras, como você reagiria ao tipo de conteúdo que pretende publicar.

Se você realmente vê valor no que entrega, vai por mim: outros vão ver também. O importante é não desistir antes mesmo de começar. Espero que esse texto te anime a correr atrás dos seus projetos e, se quiser que eu aborde em mais detalhes algum tema deste universo, comente aqui pra eu incluir na minha agenda de conteúdos. Vamos crescer juntos?

Se você gostou deste texto, leia também:

Minha trajetória e algumas dicas para se tornar um LinkedIn Top Voice

Como deve ser o mídia kit de blogueiros e influenciadores

O que é TikTok e como crescer na rede social

O valor dos microinfluenciadores

Quer receber textos exclusivos e novidades por e-mail? Cadastre-se na minha newsletter! Eu prometo jamais compartilhar seu dados com terceiros. #tamojunto 

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *