Categories Viver de Blog

Dá pra empreender sem uma rede de segurança?

Posted on
Dá pra empreender sem uma rede de segurança?

Já tem um tempo que me sinto insegura sobre o propósito do meu conteúdo sobre empreendedorismo na Internet, especialmente no Youtube, e a raiz desta insegurança está no título desse artigo. Até que ponto o empreendedorismo é mesmo uma possibilidade tão promissora no Brasil?

Quando eu comecei o canal em janeiro deste ano, falando sobre os bastidores do trabalho que faço há seis anos na internet e dando ferramentas pra quem quer seguir os mesmos passos, eu tinha uma visão diferente sobre o assunto. Minha ideia era mostrar pra amigos e pessoas criativas e talentosas que eu conheço (e não conheço) que era, sim, possível empreender. E que não era tão difícil como muita gente imagina.

As dificuldades não são iguais para todos

Acontece que a internet, com sua abrangência enorme, nos obriga a sair um pouco da nossa bolha. Ainda que, de fato, muitos amigos meus poderiam ser bem sucedidos em seus negócios com apenas algum conhecimento sobre a parte burocrática do business, é fato que outras pessoas poderiam entrar numa grande roubada se seguissem alguns conselhos indiscriminadamente.

Quando comecei o canal, eu já tinha uma audiência bem estabilizada de classe média alta, acima dos 30 anos, um apanhado de pessoas interessadas em viagens internacionais e que naturalmente poderiam se engajar num conteúdo mais maduro sobre o dia a dia do trabalho. Mas nada podia me garantir que esse recorte seria o único grupo a ser impactado com o meu conteúdo. E, quando se trata de ganhar dinheiro com a internet, o público torna-se muito, muito mais amplo.

Ter contato com outros empreendedores abriu meus olhos

as dificuldades para empreender dependem dos seus privilegios

Conforme eu estudava para criar conteúdo para o canal, ia em eventos e me aproximava de outros empreendedores, comecei a perceber que todos nós tínhamos algo em comum: uma rede de segurança.

Pode ser uma família com condições de te bancar por um tempo, um marido bem sucedido e disposto a ajudar ou até mesmo uma herança. Não estou falando que 100% dos empreendedores no Brasil têm essa ajuda no começo, mas é fato que é muito, muito mais fácil encontrar pessoas bem sucedidas que vieram de uma posição de privilégio.

Eu mesma tenho uma experiência pessoal de fracasso x sucesso no qual a única diferença, única mesmo, foi ter uma reserva financeira razoável para empreender. Falei mais sobre isso no artigo Como lidar com ansiedade no ambiente de trabalho, mas o resumo da ópera é: é muito mais fácil ter a estabilidade mental necessária para empreender quando se tem uma garantia financeira como proteção.

Se eu não tenho uma rede de segurança, preciso nascer de novo?

Eu não digo que é impossível empreender sem o apoio financeiro dos familiares, mas hoje tenho com 100% de clareza que o primeiro passo pra começar um negócio começa muito antes do negócio em si: é juntando dinheiro. Seja você mesmo sua rede de segurança.

Pode ser que demore anos pra você tirar sua ideia do papel, pode ser que você perca boas oportunidades nesse tempo e pode ser, até, que o dia de largar o emprego para empreender nunca chegue. Mas eu ainda acho melhor do que entrar na estatística de pessoas que “largaram tudo para empreender” e terminaram falidos, endividados, doentes e arrependidos.

Esse texto talvez não seja o relato alegre e empoderador que o empreendedor iniciante queira ler, mas me dá algum alento pensar que pode ajudar algumas pessoas a tomarem uma decisão mais pensada. Meu próximo livro de cabeceira chama-se Este livro não vai te deixar rico e é quase um anticoach de empreendedorismo sobre o lado B do discurso perigoso que vemos (e às vezes perpetuamos..) hoje na internet.

Então, volto em breve com mais insights sobre o tema e, como sempre, estou muito aberta aos comentários e ideias de vocês sobre esse assunto. Será que estou sendo pessimista demais? Ou haveria uma abordagem mais “meio termo” sobre empreender ou não no Brasil?

Passo a bola pra vocês. Até a próxima!

Quer receber textos exclusivos e novidades por e-mail? Cadastre-se na minha newsletter! Eu prometo jamais compartilhar seu dados com terceiros. #tamojunto

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *