Categories Inspiração

Dicas para escrever melhor e de forma autêntica

Posted on
Dicas para escrever melhor e de forma autêntica

Eu trabalho como jornalista há 11 anos, sempre como redatora, e ao longo desse tempo tive muitas oportunidades para desenvolver minhas habilidades como escritora. Seja no trabalho, com a ajuda de mentores, quanto em blogs e anotações pessoais que sempre gostei de fazer. Como acredito que conhecimento bom é conhecimento compartilhado, decidi listar aqui algumas dicas para escrever melhor!

Esse texto não é sobre “como aprender a escrever”. Acho que todo mundo sabe, mais ou menos, que a prática e o repertório são as chaves pra se tornar um bom redator. Ou seja, escrever constantemente e ler muito, ler bons autores. Nada pode te treinar e inspirar mais.

Mas e quando a gente já passou por essa etapa, já tem certa facilidade em se expressar com palavras… Como encontrar sua voz? Isso vai muito além de estilo de texto mas abrange também temas, abordagens, criatividade e autenticidade.

Mais uma vez, é importante ter referências

A gente aprende a escrever e identifica estilos que gosta com base no contato com outros escritores. Isso é fato. A maioria dos blogueiros que conheço, por exemplo, têm uma quedinha por cronistas – que, naturalmente, têm um estilo de escrita mais leve e despretensioso.

Em todas as áreas criativas, como texto, fotografia e design, estudar referências é um dos maiores exercícios pra identificar o que a gente mais gosta e aprender como podemos atingir resultados próximos – geralmente num mix de referências.

Eu tenho a leitura como uma prioridade na minha rotina. É lazer, mas é também trabalho, uma forma de desengessar o meu texto e ter contato com diferentes formas de expressão. Com exceção dos livros de autoajuda e negócios que, sinto dizer, não irão lhe acrescentar muito em termos de qualidade de escrita.

Leia também artigos e livros da sua área

Ler mais é uma das melhores dicas para escrever melhorO que não significa, por outro lado, que não tenha valor ler livros mais técnicos. Especialmente se forem relacionados à sua área de atuação, sobre os temas presentes no seu dia a dia e no conteúdo que você pretende criar. Porque a forma como se aborda um assunto também tem muito a ver com voz.

Voz é expressão, posicionamento. Quando eu leio um livro sobre empreendedorismo, a forma como o autor aborda temas como produtividade, planejamento e negócios não é 100% objetiva e isenta de opinião. Isso não existe, nem mesmo no jornalismo. Por isso que pra se expressar de forma autêntica, é preciso pensar de forma autêntica. Não tentar reproduzir o discurso alheio.

A autenticidade nasce muito antes do texto em si

Isso não é fácil, ok? Quem escreve sobre diferentes temas sabe o desafio que é dominar e se aprofundar em áreas por vezes muito distintas. É por isso que dizem que o escritor deixa um pedaço de si quando escreve. É esse viés único, às vezes quase imperceptível em um texto mais direto, que dá a autenticidade e a vida pra um artigo. Que faz você perceber que ele não poderia ter sido escrito da mesma forma por outra pessoa.

Já deu pra perceber que escrever de forma autêntica tem muito a ver com paixão, com mergulhar de cabeça em cada assunto e traduzir ideias, percepções e às vezes até sentimentos no papel. É trabalhoso. Por isso mesmo, o que mais se vê hoje na internet são textos sem alma, quase templates, com aqueles parágrafos de uma frase que seguem qualquer regra de copywriting. Não são textos necessariamente ruins, mas são textos que não cativam.

Você não precisa ser um escritor apaixonado e cativante pra criar conteúdos ou vender algo online. Mas se você se gosta mesmo de escrever (não faz isso só por obrigação) e tem vontade de desenvolver melhor sua voz, deixo aqui minhas recomendações.

  • Ler autores consagrados, de crônicas a biografias, e sublinhar (ou anotar mesmo) passagens que te soarem especialmente bem escritas;
  • Ler livros/artigos da sua área com diferentes abordagens, pra entender a visão de cada autor e, com isso, construir a sua visão;
  • Dominar técnicas de copywriting e entender que tipo de texto faz sucesso num público amplo (frases curtas, exemplos, etc). E saber que você não precisa se limitar a isso;
  • Praticar. Escrever de artigos técnicos a crônicas, relatar seu dia a dia, exercitar a criatividade e transformar as coisas mais mundanas em pautas. Você não precisa nem publicar. Mas desenvolva uma rotina, pode ser 30 minutos antes de dormir, por exemplo.

Pode ser que você leia essas sugestões e fique com preguiça, ou pense que vai demorar 15 anos pra você dominar sua voz desse jeito. Hahaha! Mas acredite: escrever tem muito a ver com inspiração, e muitas vezes ela só precisa de um empurrãozinho pra fluir. Tenho certeza que se você colocar esses desafios em prática, ou pelo menos alguns deles, vai notar uma grande evolução na qualidade dos seus textos. Se for o caso, volta aqui pra me contar, que eu vou adorar saber – e dar meus insights sobre sua produção!

Quer receber textos exclusivos e novidades por e-mail? Cadastre-se na minha newsletter! Eu prometo jamais compartilhar seu dados com terceiros. #tamojunto

Ei! Você usa Pinterest? Então salva essa imagem aqui embaixo pra achar o post “Como escrever melhor e de forma autêntica” depois! Aproveita e me segue por lá: br.pinterest.com/raventurieri

Dicas para encontrar sua voz e escrever melhor, de forma mais autêntica. Vá além de técnicas manjadas de copywriting

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *