Categories Inglaterra, Viagem

O que fazer em Londres

Posted on
O que fazer em Londres

Vai viajar a Londres pela primeira vez e está perdido com tanta atração famosa? Vem cá que eu te ajudo! Neste post reuni algumas recomendações sobre o que fazer em Londres especialmente pra quem ainda não conhece o essencial da cidade. Tem um pouco do básico, um pouco do que é mais local e a mistura perfeita para sua viagem ser memorável!

Passeio pelo Rio Tâmisa: Big Ben, London Eye, Tower Bridge…

Bom, toda primeira viagem a Londres que se preze precisa começar por este passeio, que te leva por algumas das atrações mais emblemáticas da cidade. Desça na estação Westminster do metrô e você já vai dar de cara com o Big Ben! Mas não crie muita expectativa: a torre de relógio mais famosa do mundo está passando por uma restauração de quatro anos, que tem previsão de término só em 2021.

Dicas de viagem em Londres: Big Ben, que estará em obras até 2021Seu primeiro contato com a capital inglesa será repleta de turistas, mas não se assuste! Basta atravessar a Westminter Bridge e caminhar pela orla do rio que a multidão se dispersa. Aproveite pra conhecer também a London Eye, que fica logo ali. Se você tem pouco tempo na cidade, não recomendo subir na roda-gigante. A volta completa demora 30 minutos, mais o tempo (geralmente grande) que você vai esperar na fila. Em tempos de Big Ben em obras, acho que não vale a pena.

Dicas de viagem em Londres: London Eye, a roda giganteSe estiver com disposição, vale a pena caminhar até a Tower Bridge pela margem do Rio Tâmisa, um percurso de uns 45 minutos a partir da London Eye. Ao longo deste caminho, atravesse a moderna Millenium Bridge para conhecer a St. Paul’s Cathedral, segunda maior catedral do mundo! Ela só perde pra Basílica de São Pedro, no Vaticano. Dica de fotógrafo: bem ao lado da catedral há um shopping, na rua New Change, que dá uma vista interessante para a igreja em meio à paredes espelhadas. Vale a foto! E ainda fica bem ali a churrascaria do Jamie Oliver, a Barbecoa. Bateu uma fominha?

Dica de viagem em Londres: melhor local para fotografar a St Pauls CathedralSe preferir fazer esse percurso pelo metrô, basta entrar lá perto da London Eye e descer na estação London Bridge. Nesse caso, recomendo almoçar no  Borough Market, que tem várias opções de comidinhas diferentes e alguns restaurantes famosos também. O Padella, por exemplo, é um italiano que sempre forma fila na porta. Além de delicioso, tem massas a partir de 4 libras! Depois, pegue um sorvetinho na Gelateria 3 Bis e seja feliz. 🙂

Dica de viagem em Londres: sorveteria perto do Borough MarketDe lá, caminhe direto pra Tower Bridge! Quem curte fotografia vai ficar hoooras por ali, realmente um dos lugares mais lindos de Londres (da Inglaterra? da Europa?). Só sei que é difícil não ficar encantado ao ver pela primeira vez a ponte tão majestosa e emblemática. Pra mim foi um dos pontos altos da viagem!

Dicas de viagem em Londres: o entardecer na Tower BridgeAli por perto também ficam os prédios modernos mais famosos de Londres, como o The Shard (foto que abre esse post) e o 20 Fenchurch Street, aquele que parece um walkie-talkie. Inclusive, recomendo demaaais subir na cobertura do Fenchurch, onde fica o Sky Garden. Trata-se do jardim público mais alto da Europa, e a entrada é gratuita! Mas planeje-se: pra subir lá no horário do pôr do sol, por exemplo, é preciso reservar com antecedência pelo site. Caso tenha esquecido ou não consiga reservar, confira os horários em que eles aceitam walk-ins (pessoas sem reserva). Geralmente é entre 10h e 11h30 ou entre 14h e 16h30.

Dica de viagem em Londres: vista panoramica no jardim do Sky Garden

Bairros de filme: Notting Hill e Camden Town

Depois de conhecer as atrações emblemáticas ao redor do Rio Tâmisa, é hora de partir para os bairros que fizeram a fama na capital inglesa no cinema e na música. Recomendo reservar um dia todo pra conhecer esses dois bairros, que assim você consegue aproveitar sem correria. Se esse dia for sábado, melhor ainda: é quando rola o melhor dia do Portobello Road Market. A feira de rua de Notting Hill é uma das mais famosas da cidade, reunindo muuuuitas barraquinhas de antiguidades, comidas, souvenires e até roupas e acessórios. Fica lotada de turistas, mas ainda vale o passeio!

Dicas de viagem em Londres: as casinhas coloridas de Notting HillNas ruas ao redor da feira você encontrará aquela tão famosa sequência de casinhas coloridas que é a cara do bairro. Tão fofinhas! Minha rua favorita é a Lancaster Road – reúne algumas das casas mais fofas e não costuma ter tantos turistas. Vá na Lancaster na altura da All Saints Road, que você encontra as casinhas e ainda estará a meia quadra do The Chipping Forecast, o fish and chips mais gostoso da nossa viagem!

Dicas de viagem em Londres: fish and chips em Notting HillDepois de passear por Notting Hill, subimos num ônibus vermelho (usa o mesmo Oyster Card do metrô!) direto pra Camden Town! O bairro de Amy Winehouse reúne a galera mais alternativa de Londres. Você verá gente de cabelos coloridos, piercings, tatuagens… E muitas lojinhas de souvenires, tão exóticas quanto seus conterrâneos. Além das lojas na rua, há também feirinhas que vendem antiguidades, artesanato e comida. Nós comemos um hambúrguer bem gostoso por lá, curtindo a vista pro Regent’s Canal. Há inclusive passeios de barco que se pode fazer pelo canal.

Dicas de viagem em Londres: Camden Town

Dicas de viagem em Londres: Camden Town e suas lojas alternativasSe você quer conhecer um bairro alternativo, mas menos turisticão que Camden, recomendo dar um rolê por Shoreditch. O bairro hipster reúne muitas lojas bacanas, galerias de arte, restaurantes e um pequeno shopping em containers, o BoxPark. Com lojas independentes no térreo e restaurantes moderninhos no andar de cima, certamente é um dos lugares mais bacanas de Londres. Prepara as libras! Hahaha!

Dicas de viagem em Londres: os grafites de ShoreditchDicas de viagem em Londres: boxpark, o shopping em containers de Shoreditch

Passeio de bike pelo Hyde Park

Pra encerrar esse post sobre os essenciais de Londres, eu não podia deixar de fora o Hyde Park. Além de toda a área verde do parque, o maior no centro da cidade, ele ainda tem atrações imperdíveis. Destaco aqui as Serpentines Galleries, duas galerias de arte contemporânea que estão entre as mais famosas do mundo! Minha parte favorita é a instalação que eles montam no lado externo entre os meses de junho e outubro, a cada ano de um artista novo. Chama-se Serpentine Pavilion.

Dentro do parque há alguns memoriais e um cantinho curioso, chamado de Speakers Corner. A “esquina dos discursos” recebe pessoas – qualquer pessoa – pra discursarem sobre qualquer tema, tradição que existe desde a Segunda Guerra Mundial. Doido, né? Pessoas usavam o espaço para falar sobre Hitler, ou Churchill, ou o que for, e eram ouvidos por uma platéia de curiosos e oradores também. Ainda hoje rola o encontro aos domingos de manhã. Quem se arrisca dar um discurso por lá? Dá pra encontrar o local exato pelo Google Maps.

Dicas de viagem em Londres: passeio de bike pelo Hyde Park e Wellington ArchHá ainda outras atrações muito famosas no parque ou ao redor dele, como o Palácio de Kensington, o Wellington Arch (foto acima), o Green Park e o Palácio de Buckingham. Por isso, acho que vale muito a pena alugar uma bicicleta para explorar tudo por ali mais rápido e de forma mais divertida! Nós alugamos bicicletas na estação do Santander mesmo (chama Santander Cycles), que funciona no mesmo esquema do Brasil – você destrava a bike com o cartão de crédito e paga por tempo de uso. Pelo aplicativo você consegue ver onde ficam as estações.

Sobre valores: o totem (totem?) informa que custa 2 libras o aluguel por 24h, só que não é bem assim. Esse valor é só uma tarifa de acesso, que te dá o direito de pegar a bike e utilizá-la sem custo extra em trajetos de até meia hora. Passou de 30 minutos, passa a cobrar 2 libras a cada meia hora. Por isso vale a pena devolver a bike, conhecer alguma atração (tipo assistir a troca de guarda no Palácio de Buckingham) e depois pegar outra bike.

Pronto, agora que você já tá entendendo como são as principais atrações de Londres, está na hora de… Encerrar esse post, que já tá gigante! Hahaha! Mas o assunto ainda não acabou! Confira também o post sobre os melhores museus de Londres. 🙂

Agradecimentos ao love Paulo del Valle, autor das fotos deste post!

Ah! Leia também sobre Bath, cidade linda no interior da Inglaterra, e a super fotogênica região de Dorset. Se estiver planejando uma viagem, não se esqueça que o seguro é obrigatório na Europa. Aqui no blog sempre usamos o Seguros Promo, que faz um comparativo entre diversas companhias pra que você encontre o melhor preço na data da sua viagem. 🙂

*Raíra Venturieri viajou em parceria com o Visit Britain, escritório de turismo da Inglaterra.

Ei! Você usa Pinterest? Então salva essa imagem aqui embaixo pra achar o post “O que fazer em Londres” depois! Aproveita e me segue por lá: br.pinterest.com/raventurieri

Dicas de viagem em Londres: os melhores passeios, as fotos imperdíveis, onde comer e mais

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *