Categories Argentina, Viagem

O que fazer em Villa la Angostura

Posted on
O que fazer em Villa la Angostura

Eu não sabia muito bem o que iria encontrar em Villa la Angostura. Enquanto já tinha ouvido falar bastante sobre Bariloche, tema do último post, eu tinha poucas referências sobre a vila que fica a apenas 1h20 de sua hermana mais famosa. Já adianto que isso é bom sinal: enquanto algumas atrações de Bariloche eram tomadas por turistas (muitos brasileiros), as atrações de Villa la Angostura me pareceram muito mais tranquilas e autênticas. Aquela receita garantida de amor à primeira vista!

Cerro Bayo: nossa aventura na neve

Um dos telefericos de Cerro Bayo, estação de esqui em Villa la AngosturaLogo que chegamos à Villa la Angostura fomos para Cerro Bayo, montanha mais conhecida lá para a prática de esqui. Há vários lifts e pistas diferentes, inclusive uma exclusiva para iniciantes. Foi perfeito pra gente! Todo aquele perrengue de alugar equipamento, carregá-lo até o topo e caminhar pela neve com botas imensas logo foi recompensado por uma das experiências mais divertidas na vida. Esquiar é legal demais!! E muito mais fácil do que parece.

Em Cerro Bayo, fizemos uma aula de 2h (que passou voando!) e chegamos a nos arriscar em descidas um pouquinho mais íngremes. Como se trata de uma estação mais tranquila, não havia muitas filas para os lifts e deu pra praticar bastante. Recomendo muito pra quem tem vontade de esquiar mas tem medo de se jogar em estações maiores. Também comemos hamburgueres lá no topo mesmo e tiramos muitas fotos. A infraestrutura lá é bem bacana, com restaurantes tanto no topo quanto lá embaixo, onde você aluga equipamentos. Centro de esqui boutique, que chama!

No site de Cerro Bayo você encontra as tarifas bem detalhadas para subir na montanha, alugar equipamentos e fazer aulas. Varia de acordo com a temporada, mas é em torno de 1.000 pesos pra subir (R$ 134) e 700 para alugar o equipamento (R$ 94) por dia. Eu recomendo demais!

Passeio de barco pelo lago Nahuel Huapi

Passeio de barco pelo lago Nahuel Huapi, em Villa la Angostura, na Patagonia Argentina. Por Paulo del Valle.Outro passeio muito legal que fizemos foi de barco pelo Nahuel Huapi, lago imenso que abrange toda a região. O nome parece difícil, mas você vai ouvir tanto que garanto que até o fim da viagem vai estar craque hahaha. Muito do turismo por ali gira em torno dos lagos (há inclusive uma rota cênica famosa, o Camino de los 7 Lagos) e o Nahuel Huapi é o mais importante deles. Com 18 km de extensão, água cristalina e muitas trutas, dá pra imaginar o quanto ele impacta na região, né?

O passeio de barco foi bem divertido! Havia uns 30 turistas lá com a gente, mas ainda assim não faltou espaço pra sentar e curtir o passeio, tanto na parte de fora (perfeita pras fotos!) quanto de dentro (perfeita pra esquentar do frio hehehe). O destino foi o Parque Nacional Los Arrayanes, repleto de árvores praticamente endêmicas, que existem em poucos lugares no mundo. O parque é lindo! Há até uma lenda de que ele inspirou o filme Bambi, olha só que fofo!

Na volta do parque, você pode pegar o barco ou fazer a trilha de 12km a pé ou de bicicleta. No verão, deve ser incrível fazer esse trajeto de bike! Leva duas horas e você pedala respirando o que eles consideram o ar mais limpo do mundo. Imagina só! Nosso passeio (ida e volta de barco) custou 700 pesos por pessoa (R$93) e só ida sai por 500 (R$ 66). Veja essa e mais opções no site do Patagonia Catamaran.

Hotéis para todos os bolsos em Villa la Angostura

Hotel Correntoso, hospedagem de luxo em Villa la AngosturaEm Villa la Angostura ficamos hospedados no El Establo, uma pousadinha histórica bem perto do centro. Era simples, mas muito charmosinha – e sempre tinha bossa nova tocando no salão em comum dos hóspedes! A diária lá parte de R$ 200 em quatro duplo, que achei um preço ótimo! Também tem a vantagem de que dá pra ir a pé pro centro, repleto de restaurantes, chocolaterias e lojinhas de souvenires.

Se você prefere algo mais luxuoso, recomendo muito o hotel Correntoso (foto acima), que fica às margens do lago de mesmo nome e tem quartos com uma vista panorâmica de cair o queixo! Sem contar sauna, piscina aquecida, spa e todos esses mimos de hotéis em destinos frios. Achei perfeito pra lua de mel! As diárias partem de R$ 1.200 em quarto duplo.

*

Essa foi nossa experiência de Villa la Angostura! De lá, dirigimos até San Martin de los Andes, de onde pegamos nosso voo pra Buenos Aires. Teoricamente são duas horas de trajeto, mas recomendo fazer com muuuito mais tempo pra parar nos mirantes cênicos que também fazem parte do Camino de los 7 Lagos. Lá fizemos algumas das minhas fotos favoritas da viagem! Também vale a pena passear pelo centro de San Martin, que tem muitos restaurantes e a famosíssima chocolateria Mamuschka. Encare a fila (está sempre lotada), vale a pena!

Lago Correntoso, parte do Camino de los 7 lagos da Patagonia ArgentinaEspero que tenham gostado do post! Villa la Angostura foi sem dúvida meu destino favorito dessa viagem curtinha pela Patagônia. E as fotos desse post são todas do Paulo del Valle.

Leia mais posts sobre a Argentina aqui. 🙂

Para reservar seu Seguro de Viagem e embarcar tranquilo, sugiro pesquisar na Seguros Promo, que trabalha com as principais seguradoras do país e sempre encontra a melhor opção pra sua viagem.

Ei! Você usa Pinterest? Então salva essa imagem aqui embaixo pra achar o post “O que fazer em Villa La Angostura” depois! Aproveita e me segue por lá: br.pinterest.com/raventurieri

Dicas de viagem em Villa la Angostura, na Patagonia Argentina

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *