Categories Inspiração, Viver de Blog

O que fazer quando você não quer fazer nada

Posted on
O que fazer quando você não quer fazer nada

Nos últimos dias tenho sentido uma dificuldade enorme para escrever. De tempos em tempos, acontece isso: minha usual inspiração dá lugar a uma preguiiiiça, uma disposição pra resolver tudo que não está relacionado ao trabalho e uma vozinha na cabeça dizendo que está tudo bem fazer uma pausa.

Acho que isso é muito comum entre criadores de conteúdo, especialmente os que trabalham por conta própria e são seus próprios chefes. Por isso, achei que seria justo compartilhar essa dificuldade e, quem sabe, oferecer alento pra quem passa pela mesma situação. Com as baixas temperaturas que abateram São Paulo nos últimos dias, tenho certeza que não sou a única!

Pode pausar sim – mas não demore pra voltar!

Uma coisa que aprendi nesses anos trabalhando com internet é que está tudo bem fazer uma pausa de vez em quando. Ficar uma semana sem entregar o conteúdo de sempre e dar uma breve sumidinha das redes sociais não vai trazer tanto prejuízo assim. Talvez o break seja o que você precisa pra evitar uma crise de cansaço ou ansiedade mais séria.

O que não dá pra fazer é se acomodar com a preguiça e passar a produzir menos, gradativamente. Quando se tem um negócio online, é fácil a gente se convencer se que o tempo dedicado a posts de blog, ou Instagram, ou vídeos no Youtube, talvez não valha tanto assim o esforço. E aí toda a sua estratégia de marketing de conteúdo vai pro buraco.

[Caso você não saiba, marketing de conteúdo é o nome dado pra estratégia de criar conteúdos encontráveis (no Google, no Youtube) para atrair leitores e potenciais clientes.]

Mas existe um momento em que a curva de crescimento das suas redes, que pode ficar estagnada após um tempo sem conteúdo, começa a decair. Perder seguidores nas redes e, mais que isso, perder relevância na internet pode causar um dano difícil de recuperar, fazendo com que você perca meses de trabalho. Então dê sua pausa, sim, mas prepare-se pra voltar o quanto antes!

Experimente algo novo pra te inspirar!

Se está difícil achar motivação para produzir, experimente fazer algo novo. Compartilhar um projeto pessoal que você ainda não tinha abordado, ou arriscar um novo formato em alguma rede social, ou ainda escrever sobre essa fase que você está passando – como eu faço nesse texto. Pode ser com intenção de compartilhar ou pode ser só pra você mesmo, mas o fato é que começar a escrever é um modo muito mais eficaz de atrair a inspiração do que ficar parado no sofá esperando ela vir por conta própria.

Além de escrever esse texto, eu também tomei meus dias de moleza pra fuçar uma rede social nova – tema do artigo da semana que vem! – e pra começar um livro, que já está prestes a virar assunto por aqui também. Ócio criativo, que chama?

Assim, você ao menos fica com a sensação de que fez algo de útil nesses dias. Já é muito melhor do que a sensação de fracasso que a gente tem quando não realiza absolutamente nada.

Por fim, cuide da sua saúde e bem-estar

Quando eu me sinto muito desanimada para trabalhar, que é algo que normalmente adoro fazer, eu já acendo um alerta aqui. “Algo de errado não está certo”, como diz o sábio. Pode ser que seu desânimo tenha uma causa física mesmo, como desbalanço hormonal ou falta de nutrientes.

Não estou falando pra você correr pra um psicólogo – apesar de acreditar que a terapia pode ter grande valor em qualquer momento da vida. Mas adotar hábitos que comprovadamente promovem a saúde e o bem estar pode ser tudo que você precisa pra voltar pro eixo. Isso pode incluir:

  • Se alimentar bem, com muitos legumes e verduras;
  • Praticar exercícios, de preferência algo que você goste de fazer;
  • Meditar ou ao menos respirar em silêncio por alguns minutos;
  • Escrever, ou cantar, ou desenhar… Qualquer coisa que você consiga fazer por prazer, sem obrigação de nada;
  • Bater um papo sem hora pra acabar com alguma pessoa querida.

Não caia no erro de achar que, como empreendedor, você não pode se “dar ao luxo” de ter alguns momentos de lazer quando der na telha. Ao contrário: como seu trabalho e sua renda depende 100% de você, é fundamental que você cuide da sua cabeça em primeiro lugar. Depois, vem todo o resto.

Espero que ler esse texto tenha te ajudado a combater o desânimo, assim como escrevê-lo foi uma injeção de ânimo pra mim! Se tiver dicas e considerações sobre o assunto, escreva aqui nos comentários e vamos continuar a discussão. Até semana que vem! Dessa vez, prometo que volto! 🙂

Se você gostou desse texto, leia mais na categoria Inspiração.

Quer receber textos exclusivos e novidades por e-mail? Cadastre-se na minha newsletter! Eu prometo jamais compartilhar seu dados com terceiros. #tamojunto

Facebook Comments

Author: Raíra Venturieri

Raíra Venturieri é jornalista, roteirista, escritora, filósofa de boteco e sim, bem tagarela. Foi repórter do Guia Quatro Rodas e tem matérias publicadas nas revistas Viagem e Turismo, Host & Travel e Viaje Mais, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *